Archive for February, 2009

Girino Incompetente

Alguem proteja

todos os anfibios do mundo

Sinto raiva dos sapos que beijei

Sinto o amargo dos que engoli

Sinto luto pela

perereca que espremi aos doze anos

na batedura da porta do banheiro rosa

Sem querer.

O amor pelos girinos que tentei

criar num pote velho de Doriana.

Lagartixas

Lagartixas e mais lagartixas.

Baratas

Besouros

Ai, que engracado, ne? Que hilario.

Inclusive

Nem seu melhor amigo

Nem sua mae

Nem os monstros do escuro

Nem a droga da favela

Nem o sexo do bofe

Nem o maior IBOPE

Sem o seio, nem o seio

nem o ventre

Nem as veias nem

os corneos

nem a mente

Nem as pernas a vagina

os joelhos e o ventre

Nem meus pais meus pes

meus calcanhares e alicerces

meus pulsos

meus solucos

Esquece, Esquece

Esquece.